O que vale a pena importar da China?

,

Comprar produtos no exterior continua sendo uma excelente forma de economizar e ter artigos de grandes marcas e qualidade superior aos similares brasileiros.

Até mesmo os produtos de marcas famosas que são vendidos no Brasil custam bem mais do que em importações, por causa do custo Brasil:

  • Uma das mais elevadas cargas tributárias do mundo;
  • Pouco crédito ou caro, para quem quer importar para revender;
  • Altos custos com estruturas físicas de lojas e fábricas – o custo Brasil que se reflete em muitas taxas, tributos e pouco retorno de qualidade, especialmente em infraestrutura.

O resultado: mesmo com a taxa de câmbio desfavorável e por semanas em alta, você pode comprar produtos importados a um custo baixo para revender (pelo custo de aquisição menor e muitas fontes de fornecimento) ou consumir (porque não terá a margem de lucro e os custos de um negócio).

A China se tornou, ao longo dos últimos anos, um dos lugares mais atraentes para comprar importados gastando pouco. O desenvolvimento econômico e tecnológico expandiu muitos segmentos industrias naquele país, e o governo investe fortemente para que a China produza bens ao invés de ser apenas um entreposto de mercadorias com uma política fiscal favorável.

Eles querem o favorecimento em toda a cadeia, e espaço e gente para isso não falta! E você consegue realizar essas importações através dos sites da China. Mas o que vale a pena importar da China?

01 – Produtos de marcas desconhecidas (ou pouco conhecidas)

A China produz de tudo, e principalmente de marcas próprias, em todos os segmentos. E com qualidade que não fica a dever aos concorrentes mais famosos.

Um ótimo exemplo são os artigos eletrônicos: as marcas famosas, como Dell, Apple e Samsung – para citar apenas 3 marcas de ponta em tecnologia – tem preços altos também no mercado chinês, são marcas mundialmente reconhecidas e ninguém está disposto a vender barato algo com tanto valor agregado.

Por outro lado, as marcas chinesas de eletrônicos valem o investimento. Nomes como Xiaomi e Huawei são cada vez mais conhecidos e reconhecidos pela qualidade – são fabricados com tecnologia de ponta usada nas marcas famosas.

Não só nos eletrônicos, mas em diversos outros produtos, você vai encontrar marcas ótimas a custo baixo e com chance de fazer margens boas no Brasil. E uma vantagem pra quem realmente empreende: uma marca quase exclusiva para investir e se diferenciar, alcançando um público que quer qualidade sem gastar tanto.

02 – Produtos com a sua marca

Este é um excelente ponto para quem quer empreender: as fábricas chinesas produzem artigos que podem levar a sua marca.

Basta produzir a logomarca e elas vão personalizar os seus produtos. Ou seja, você terá um produto de marca própria de forma rápida, sem envolver-se em diversas etapas de fabricação, sem investir em instalações e equipamentos e pronto para ser comercializado como único.

Dicas extras: pesquise bastante pela qualidade do produto e não esqueça de registrar a sua marca no Brasil.

03 – Produtos com alta margem de lucro

Sim, parece óbvio, mas muita gente importa da China o que vende muito ou está na moda e esquece de verificar se terá o lucro que deseja e compensa.

Que tal inverter a lógica e importar da China o que tem qualidade e possibilidade de lucro alto? Aqui a estratégia é pesquisar o mercado onde você quer atuar física e virtualmente para entregar o que ele quer – e você pode descobrir que importar guarda-chuvas pode ser mais lucrativo que importar celulares.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *