Os cheques estão com os dias contados? Saiba mais nesse artigo!

É um fato que os cheques são um meio de pagamento que perde cada vez mais a sua popularidade, e a chegada do comércio eletrônico acelerou ainda mais este processo.

Hoje podemos comprar todo tipo de produto e serviço pelo e-commerce, usando diversas formas de pagamento eletrônicas com comodidade e segurança. Os cheques estão caindo em desuso, principalmente nas classes sociais onde o acesso à internet é mais fácil.

Mas será que os cheques estão com os dias contados? Saiba mais nesse artigo sobre esta possibilidade para gerir melhor os recebimentos no seu negócio.

Os cheques estão caindo em desuso

O volume de cheques transacionados no Brasil vem caindo há sete anos e atingiu em 2017 o menor valor nos últimos vinte anos. Só de 2010 a 2017 o volume caiu 78%.

Sem dúvidas a praticidade e a segurança de outros meios de pagamento ajudaram muito a diminuir o uso dos cheques. Cartões de crédito e de débito são usados para todos os tipos de operações no comércio tradicional, de grandes lojas a barracas de feiras.

No e-commerce, onde os cheques têm uma penetração muito baixa, as formas eletrônicas de pagamento dominam. A praticidade de uma compra em segundos é insuperável até quando comparado às tradicionais compras em lojas. O armazenamento de dados e as plataformas de pagamento, como o Paypal, facilitam ainda mais o pagamento.

Os meios eletrônicos de pagamento trouxeram a segurança para os comerciantes de não precisar checar dados e todo o risco de inadimplência fica com as administradoras de cartões.

Um outro fator pesa bastante para que os cheques percam espaço a cada dia: a segurança no manuseio e na guarda deles. Enquanto as operações de cartão são virtuais, sem chance de roubo dos valores, os cheques são físicos e podem ser descontados de forma fraudulenta ou repassados a terceiros.

Mas os cheques ainda têm o seu espaço no Brasil

Se os cheques seguem o caminho natural de perder espaço para os cartões e os meios online de pagamentos, por outro lado o Brasil ainda tem características que ajudam a mantê-los como uma forma viável por diversas situações.

Infraestrutura de telecomunicações e dados exige desenvolvimento

Somos um país continental e com diversas barreiras econômicas e naturais para que uma infraestrutura de qualidade atinja brasileiros de todas as regiões.

Ainda encontramos lugares no Brasil onde as redes de dados são deficientes, o que impede o crescimento do uso dos meios eletrônicos, principalmente a internet. Como resultado, o cheque ainda é um meio de pagamento tradicional e aceito em no comércio dessas regiões.

Taxas de administração de cartões de crédito

Apesar do crescimento constante do espaço para os cartões, as taxas cobradas pelas administradores ainda desmotivam boa parte do comércio, principalmente os pequenos comércios e as lojas populares.

Juros e flexibilidade de prazos

Em muitos comércios, principalmente os pequenos, o cheque funciona como uma forma eficiente de financiamento das compras.

Os cheques pré-datados permitem que a loja possa fazer prazos melhores que os cartões e sem juros na maioria das vezes.

Receio do brasileiro com os meios eletrônicos

Apesar do crescimento dos meios eletrônicos de pagamento no Brasil, ainda somos uma sociedade jovem no uso deles quando comparamos com nações mais desenvolvidas.

O brasileiro, especialmente das áreas mais remotas, ainda é resistente a trocar informações financeiras no mundo digital, por questões de segurança. Os bancos, financeiras e plataformas de pagamento vem investindo fortemente em segurança para conquistar a confiança de mais clientes.

 

Receber cheques pode ser um risco, mas com o processo certo, será um diferencial para o seu negócio. Saiba como proceder se tiver um cheque devolvido motivo 22.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *