Veja os piores alimentos na tentativa de perda de peso!

Perder peso pode ser mais fácil para algumas pessoas do que para outras, afinal cada organismo reage de diferentes formas. Mas nunca é um processo simples.

Ele requer, acima de tudo, dois fatores que são os mais desafiadores para todas as pessoas, em maior ou menor grau:

Foco no programa de emagrecimento

Cumprir todas as recomendações, sem desvios – para se permitir comemorações nas pequenas vitórias que vão acontecendo – e entendendo os benefícios imediatos e permanentes.

Visão de uma mudança para ficar

Assumir o processo como parte de uma evolução permanente na saúde, e não como um momento emergencial, cujos benefícios podem ser perdidos no primeiro descuido.

A alimentação cumpre um papel crucial no processo de emagrecer; devemos consumir alimentos saudáveis – que trazem nutrientes e componentes saudáveis para o organismo – e funcionais – que potencializam uma série de processos orgânicos, entre eles o de emagrecer.

E dentre todos os alimentos, existem os verdadeiros vilões, que roubam todo o resultado que se esteja ganhando e pior: seus efeitos nocivos ficam mascarados pelos resultados positivos dos demais – e que poderiam ser muito maiores.

E para ter um treino mais eficiente, combinando alimentos e suplementos saudáveis, eu recomendo você a pesquisar o preço do Black Mamba termogênico.  

Veja os piores alimentos na tentativa de perda de peso. E fuja deles, porque não fazem diferença alguma na sua vida!

01 – Refrigerantes

A lista não estará em ordem de maldade, mas os refrigerantes merecem estar em primeiro lugar em todas as listas de piores alimentos (?).

Eles contém, em média, 10 colheres de chá de açúcar, corantes artificiais, sulfitos e diversos componentes químicos que atacam diretamente os rins. Concentram uma alta quantidade de calorias, tudo em um pacote que baixíssima digestão e que vai depositando gordura em todos os órgãos.

A versão light é ainda mais nociva, pois reúne todos os componentes na versão regular mas com adoçantes artificiais, que estudos já relacionaram à dores de cabeça, compulsão alimentar, fadiga, tonturas e depressão. Além do ganho fácil de peso.

Veneno puro nas suas veias e artérias. Livre-se.

02 – Arroz branco

Este alimento é pobre em nutrientes e rico em carboidratos simples.

O que eles fazem? Aumentam rapidamente o nível de açúcar no sangue, seguida também de uma queda rápida. O resultado é a fome pouco tempo depois de consumir o arroz branco.

Com o corpo pedindo mais energia, aumenta o nível de insulina, facilita o ganho de gordura e de peso e ainda provoca o diabetes. Como opção, coma o arroz integral, que é mais rico em termos nutricionais e provoca uma saciedade por tempo prolongado.

03 – Alimentos a base de farinha refinada

É a famosa dupla pães e massas.

Os carboidratos presentes neles provocam uma fermentação no organismo, criando gases, inchaço e a distensão do abdômen – e quem pratica exercícios sabe como o inchaço e a distensão incomodam e roubam disposição durante uma simples caminhada.

A solução aqui é elimina-los sumariamente, principalmente se você tiver hipersensibilidade ao glúten – que é um dos fatores desencadeantes do inchaço e da distensão.

04 – Bebidas alcoólicas

Assim como os refrigerantes, não são alimentos, mas merece estar na lista de piores.

Á parte todos os males orgânicos, como as doenças do fígado, e sociais que as bebidas alcoólicas provocam – e que seriam suficientes para, pelo menos, uma grande redução e até abolir dos hábitos – elas sabotam qualquer resultado de emagrecimento.

Atingem a permeabilidade da mucosa do intestino, desequilibrando a flora e, entre tantos males, provoca o aumento do abdômen, a famosa barriga de chope.

Pelo seu programa de emagrecimento e pela saúde, elimine do seu cardápio. Ou concentre em um consumo realmente moderado – intercalado com bastante água – em ocasiões muito especiais.

E não vá transformar aniversário de sobrinho e de cada colega de trabalho em ocasião especial, certo?

05 – Alimentos industrializados

Aqui está fácil: eles contém uma série de componentes químicos, feitos para conservar o produto e viciar o consumidor, que atuam em várias áreas do corpo de forma negativa e também criam camadas de gordura.

As substâncias deles podem gerar doenças vesiculares, hepáticas e gastrointestinais – incluindo diversos tipos de câncer.

06 – Sal

Para encerrar, este componente que, se não atua diretamente na formação de gordura, comprometendo o programa de emagrecimento, ajuda bastante.

O uso excessivo de sal torna os alimentos contraindicados ainda mais apetitosos, aumentando o consumo. Além disso, o sal é famoso por provocar o inchaço abdominal, a famosa retenção de líquidos.

Isso prejudica os treinos, pois cria um desconforto grande. O gengibre e o manjericão são alternativas interessantes, ou no mínimo reduza gradativamente o consumo, pois o paladar se acostuma também.

E para ter um treino mais eficiente, combinando alimentos e suplementos saudáveis, eu recomendo usar Black Mamba termogênico.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *